A CULPA É DAS ESTRELAS - JOHN GREEN

"Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante - o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos -, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas."

INSPIRADOR, CORAJOSO, IRREVERENTE E BRUTAL, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar."

   Tão inspirador que foi sucesso mundial. O livro particularmente, me trouxe ensinamentos: pude rever a maneira como via o mundo, me fez pensar, parar de reclamar tanto porque comecei a pensar nas pessoas que sofrem com uma doença terminal, sem cura. A vontade de viver mesmo sabendo que sua morte é confirmada pela ciência. A morte de todos é certa, sadios ou doentes, e porque não vivemos o melhor da nossa vida hoje?

   A partir do momento que o Gus entra na vida da Hazel e faz com que ela veja a situação de uma forma mais otimista, desaparece a menina que ficava se escondendo de todos, a menina sem muitos amigos, que não quer ser uma granada na vida das pessoas que a amam. O amor deles, apesar de jovem, é verdadeiro e cativa muito os leitores. O final também, surpreendeu; porque já no começo, a Hazel têm uma recaída e volta pra UTI. Daí fiquei imaginando que ela morreria e a história acabaria aí como acontece no livro preferido dela "Uma Aflição Imperial", mas não! Infelizmente, é Augustus que falece. SPOILER !!!

   Essa pra mim tem sido uma releitura do livro, porque no momento do BOOM mundial, assim que lançou, eu peguei o livro emprestado de uma amiga e daí em junho de 2014 fui assistir o filme no cinema. Há alguns livros que perdem a graça quando lidos mais de uma vez, esse foi um deles. Pra mim, continuou sendo emocionante, a história é muito bonita; mas não foi tudo aquilo que eu senti ao ler o livro pela primeira vez. Outro fator, que eu já citei numa tag aqui no blog foi que, o momento que eu estava passando com a minha família quando fui assistir o filme me fez chorar horrores, porque também estávamos prestes a perder um ente querido para o câncer. Não quis assisti-lo novamente, mas sei que me emocionaria de novo. Não há mais nada a se falar de "A culpa é das estrelas", apenas que está super recomendado por mim!

OBS.: Eu sou um pouco apaixonada por capas (quem não é que atire a primeira pedra) e quando pensei em reler o livro para o desafio literário, peguei emprestado de novo. Admito que só comprarei se for com aquela outra capa, a capa do filme *-* apesar de todo mundo falar que a capa é horrorosa. Não acho o.k?



                          Informações Gerais:
                               Ano de Lançamento: 2012
JOHN GREEN
Número de Páginas: 283
Editora: Intrínseca

Entrevista com o Autor: http://globotv.globo.com/rede-globo/mais-voce/v/ana-maria-braga-entrevista-o-escritor-john-green/3390556/

Minha nota:



















QUEREMOS SABER!
QUAL A CAPA MAIS BONITA DE A CULPA É DAS ESTRELAS?
Deixe sua opinião nos comentários.



Beijão gente, até mais !


------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ESSE POST FAZ PARTE DO DESAFIO LITERÁRIO 2015
TEMA 2 - SUCESSO MUNDIAL

Comentários

  1. Olá, te indiquei em uma tag. Confira:
    http://aculpaedoslivros-42.blogspot.com.br/2015/01/liebster-award-2015.html

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação, vou responder a tag sim :* beijos

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS 17 MELHORES SUSPENSES DE TODOS OS TEMPOS

VOCÊ CONHECE: BERNARDO PELLEGRINI? [3/4]

VOCÊ CONHECE: BERNARDO PELLEGRINI? [4/4]