AS CRÔNICAS DE NÁRNIA: O CAVALO E SEU MENINO - C. S. LEWIS

"Ao saber que não era filho de Arsheesh, o pescador, o jovem Shasta decide fugir da cruel Calormânia. Na companhia do cavalo falante Bri, ele parte em direção ao Norte rumo a Nárnia, onde o ar é fresco e reina a liberdade. Em sua jornada pelo deserto árido, Shasta tenta imaginar o que estará esperando por ele adiante. Tudo parece tão vasto, desconhecido, solitário... e livre."


Informações Gerais:
Ano: 2005
Páginas: 189
Editora: Martins Fontes
Compre: aqui.
Minha nota:

Neste livro, encontramos a história do pequeno Shasta, um menino abandonado pelos pais que para salvarem sua vida, o colocaram numa canoa pelo mar. Esta canoa foi encontrada por um pescador que resolveu cuidar do bebê e garantir futuramente um escravo para si. Era isso o que Shasta havia se tornado. Ele limpava a casa, ajudava na pesca, tecia as redes, cozinhava...

Porém, numa noite em especial, um senhor tarcaã pede pouso na casa do pescador e Shasta é obrigado a dormir lá fora junto ao cavalo do senhor tarcaã. O menino escutava a conversa do pescador, seu pai negociando ele como um escravo para aquele senhor. Muito abalado, ele começou a falar sozinho até que... o cavalo fala com ele. Depois de ter passado o susto, eles se conhecem e Bri (o cavalo falante) propõe uma fuga para Nárnia. Ele também queria fugir daquele tarcaã e juntos, eles podiam cavalgar em direção ao Norte, uma direção que Shasta sempre quis conhecer e que lá encontrariam a coisa mais importante de todas: a liberdade. Assim que todo mundo dormiu, eles saíram dali sem deixar rastros.

Nessa viagem acontecem mil aventuras, a maioria encrencas, mas eles descobrem familiares perdidos, fazem novas amizades, se metem em confusões pelas cidades em que passam. E é tudo muito legal de se ler, pois o autor te deixa próximo aos personagens. Na primeira página, há um mapa com o trajeto que os dois irão percorrer e acompanhar por ali também é muito bacana. O que acontece durante a viagem, eu não vou dizer, para não estragar as surpresas. 

Eu não sei falar de Nárnia, não sei resenhar Nárnia sem deixar transpassar meu amor por esse livro que é meu favorito. Estou lendo já pela terceira vez e o amor nunca muda. Apesar de algumas críticas negativas que já vi, dizendo que "para um livro infantil ele até que é bom", meu Deus, sou feliz por saber que muita gente no mundo todo é tão fã quanto eu. Amo Nárnia! Se esse lugar existisse eu já estaria viajando pra lá.

Esse livro AINDA não tem filme, mas como disse em resenhas anteriores, está prometido todos os filmes dessa série, porém a ordem de lançamento é diferente da ordem publicada. Eu vejo que as pessoas se baseiam apenas no filme "O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa" para dar uma opinião sobre Nárnia, porque realmente o livro/filme que mais retrata esse mundo fictício é este. Porém, não sabem que há muito mais: há muitas histórias a caminho de Nárnia, anteriores ao descobrimento de Nárnia, ou que vem anos depois dos primeiros reis e rainhas de Nárnia que são ótimas. Já disse em outra resenha, que a minha crônica favorita é a primeira "O Sobrinho do Mago". São 7 livros, por favor, leiam todos antes de soltar uma opinião rasa pela internet! 


Quem quiser conferir as resenhas dos livros anteriores, clique aquiRecomendo grandemente esta leitura. 
Beijos e até a próxima!

Comentários

  1. Esse é um dos melhores livros da saga na minha opinião, depois disso fiquei com vontade de ter um cavalo ou ser adotado por um

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS 17 MELHORES SUSPENSES DE TODOS OS TEMPOS

ESPECIAL | CRONISTA DO MÊS #14

O SEMINARISTA - BERNARDO GUIMARÃES