ESPECIAL | CRONISTA DO MÊS #3

 

    "Eu sei o quanto deve ser difícil para você se entregar a um outro alguém. Acreditar naquele velho conto que o cara certo um dia vai chegar, ainda mais, com os tantos outros errados que vagam por aí. Mais difícil ainda, sendo que, alguns já passaram por sua vida. Posso imaginar as dores que sentiu. São tão reais para mim que, é quase como seu eu pudesse as sentir. Mas faça uma força, dessa vez pode acreditar: o tal cara chegou. Eu cheguei.
    Tenho que confessar: já fui o errado para algumas. Muitas até. E não me orgulho como achei que me orgulharia. Já fiz coisas que machucaram, e dessas não me orgulho nem um "pentelhonésimo" que seja. Só sei que contigo não conseguiria fazer, pois antes desse conseguir, vem o meu querer. E no caso de querer, eu só quero você.
    Sei o quanto ainda deve doer as marcas que foram deixadas, mas deixa com que eu entre na sua vida. Ou melhor, deixa eu invadi-la. Me permita virar seu mundo do avesso. Mesmo que ache que não é uma boa hora - te provo que para nós dois toda hora vai ser a melhor - eu te garanto que vou ser uma das melhores coisas que já te aconteceu. Posso parecer um convencido - e sou mesmo - porém tudo é a mais pura verdade. Deixa eu transformar aquelas lágrimas que insistiam em sair, mesmo você lutando contra, em sorrisos daqueles que a gente nem percebe quando está sorrindo. Deixa eu trocar aquelas noites mal dormidas pensando no passado por noites onde ainda estaremos acordados, mas agora pelo melhor dos motivos.
    Queria eu poder encerrar dizendo que apagarei tudo aquilo que já te fez sofrer, mas não posso. Faz parte de tudo que é a vida. O que posso te prometer é que, se vier comigo, tudo que passou ficará apenas no passado. Nada mais do que uma vaga lembrança. E então, vem comigo?"

                                                                                                                                   - Anônimo 33



Comentários

  1. Adorei a crônica, muito delicada e leve!
    XOXO, Victoria Starepravo (https://handwrittenfashion.wordpress.com/)

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito este conto....

    Tico Farpelli (https://www.youtube.com/channel/UCwQdN-h9ekqCBnfL1eJxSAg)

    ResponderExcluir
  3. Amei seu texto!
    A Entrega ao outro é sempre difícil e inesperada!
    Mas precisamos arriscar
    Gostei
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Woooool, adorei a crônica!
    Parabéns ao autor, escreve muito bem!

    Beijos,
    Karine - Lendo no Inverno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escreve bem mesmo, obrigada Karine. Beijos !

      Excluir
  5. Menina que crônica linda e intensa, imagina ouvir uma declaração dessa, verdadeira e real. Não há como não se entregar e viver o momento. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Joyce, é um tipo de declaração irresistível. Beijos !

      Excluir
  6. Oiee ^^
    Que crônica mais linda! No início, quando mencionou a coisa toda do "cara certo", no mesmo instante pensei que não acredito nessas coisas, que não ficarei esperando a pessoa certa para me fazer feliz, mas eu adorei o meio e o final, de verdade ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, palavras sinceras e cheias de sentimento *-*
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. gostei do conto... bem profundo e apaixonado, sôfrego até...

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Eu gostei, adoro contos,crônicas e gostei bastante desse texto.
    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Achei a crônica muito linda, super fofa e repleta de sentimentos, adorei.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ai que fofa essa crônica <3
    Uma pena o autor ser anônimo, adoraria saber quem é....
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe o cronista resolve se identificar Gab haha
      Obrigada bjs !

      Excluir
  12. Olha tenho que confessar que eu amei a sua cronica, porque me identifiquei muito.
    Eu as vezes quero logo encontrar a pessoa certa, mas quando achamos que encontramos, não é nada do que pensavamos que era. Eu namorei 8 anos achando que a pessoa que eu estava seria o cara que eu iria me casar e fazer uma familia e olha ai, não deu certo. Não era pra ser. A vida é uma caixinha de surpresas. Temos que saber lhe dar com isso, principalmente com os nossos sentimentos depois de uma convivência de tantos anos. Mas mesmo assim eu ainda tenho fé hahaahah

    Quem sabe né?

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/setembro-nacional-beatriz-cortez.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, acho que o cronista acertou em cheio muitas pessoas, não só você; porque esse tipo de coisa aconteceu com todos nós, pelo menos uma vez na vida. Como você disse, o futuro é incerto, a vida é uma caixinha de surpresas mesmo. Espero que dê tudo certo pra você, torço pelo seu relacionamento. Grande beijo!

      Excluir
  13. Olá!
    O texto é lindo!
    Realmente é muito difícil a gente se entregar a outra pessoa. Mas quando a encontramos a vida fica melhor.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suelen, tem toda razão. Uma pessoa especial faz nossa vida mais doce.
      Bjs!

      Excluir
  14. Oii!

    Nossa! Amei a crônica <3 Achei muito boa e super leve ^^ Confesso que me identifiquei com algumas coisas ditas na crônica e isso fez eu gostar mais ainda!
    Parabéns!

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamila, é fácil mesmo se identificar com a crônica, já que se trata de um acontecimento vivido por quase todo mundo. Bjs!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS 17 MELHORES SUSPENSES DE TODOS OS TEMPOS

ESPECIAL | CRONISTA DO MÊS #14

O SEMINARISTA - BERNARDO GUIMARÃES