A SERRA DOS DOIS MENINOS - A. FRAGA LIMA

"Vejam que beleza é a fazenda Gravatá! É aí que Ricardo e Maneca, meninos como você, vão viver uma aventura incrível. Não dá nem para imaginar como ela vai terminar. Ricardo e Maneca se tornam super amigos dos vaqueiros. Juntos, eles se divertem a valer. Mas o que eles querem mesmo é explorar as serras da fazenda, cheias de mistérios e perigos. Aposto que você também está louco para saber tintim por tintim o que aconteceu com Ricardo e Maneca nas serras. Então, faça como eu: vá correndo ler este livro de aventuras."

A resenha de hoje é sobre A Serra dos Dois Meninos de Aristides Fraga Lima.



Informações Gerais:
Ano de Lançamento: 1984
Número de Págunas: 110
Editora: Ática
Como obter: http://www.livrariacultura.com.br/p/a-serra-dos-dois-meninos-54482
Minha nota:

Este livro vai tratar, então, da aventura de dois garotos que por curiosidade se embrenharam nas serras. O primeiro capítulo, vai contar que uma família 'X' acabou de comprar uma fazenda: a fazenda Gravatá, e eles vão passar as férias lá, pela primeira vez. Pra quem nunca viu mato, foi um encantamento, principalmente da parte dos meninos. Desde o momento em que eles chegam na fazenda, esses garotos estão planejando fazer uma aventura às escondidas. 

Da fazenda, dá pra ver três serras: a Serra do Capitão, a Serra do Meio e a Serra do Gravatá. O plano deles, é subir as serras. Com o passar dos dias ali na fazenda, eles aprendem a fazer armadilhas com o filho do caseiro para pegar animais pequenos e muitas outras "artes da roça". O interessante é a troca de conhecimento: o menino que mora a vida toda na fazenda tem a malícia e o jeito de fazer; já os meninos da cidade, por serem escoteiros, sabem mais do conhecimento técnico, e acho que o autor quis mostrar essas importâncias pra nós.

Em um dia qualquer, eles resolvem então sair às escondidas, bem cedinho, com todos os mantimentos que eles pensaram ser importantes (farinha, condimentos em geral, armas, roupas adequadas de couro, etc). A ideia de início, era atravessar as três serras em um único dia e voltar no fim da tarde, só que a mata fechada é cruel e eles se perderam, tanto é que davam voltas no meu lugar. Na tentativa de voltar pra casa é que eles passam por algumas aventuras.

Sinceramente, eu esperava mais do autor, no sentido de ter feito mais suspense antes de descrever o desfecho da narração. Faltou detalhes que me prendessem mais à leitura e que me deixassem em dúvida do final. Pra mim, o final foi esperado. Um fato positivo, é que eu marquei muita coisa legal, desde palavras novas à curiosidades que eu aprendi sobre o sertão e sobre a vida dos sertanejos. Em breve, pretendo fazer um post pra dividir isso com vocês! O quote mais bonito é uma descrição romântica da vida do vaqueiro, lindo! 

O título do livro só é bem explicado nas últimas linhas do último capítulo:

"- Vocês sabem como é o nome daquela serra que fica entre a Serra do Capitão e a Serra do Gravatá?
-  Serra do Meio! - respondeu, exclamando, Maneca. 
- Errou. O povo já mudou o nome - disse Damasceno. - Todo mundo só chama agora "Serra dos Dois Meninos." 

É uma leitura bem gostosa, rápida, recomendada para qualquer idade. E eu sei, que muitas pessoas já leram nessa edição da coleção Vaga-Lume. Pra quem não sabe, essa coleção é bem grande e muitos de nossos pais, tiveram que ler essas histórias na escola para as aulas de português. Esses livros vêm com um livreto chamado Suplemento de Trabalho. Em geral, são atividades pra testar o quanto você absorveu do livro. Bem interessante, quem tiver interesse e quiser comparar respostas, deixa um comentário aqui embaixo.




Aristides Fraga Lima nasceu na cidade de Paripiranga, estado da Bahia, a 2 de julho de 1923. Ainda criança, acompanhou a família, que se transferiu para uma chácara, no distrito chamado Saco-Grande, município de Simão Dias (no estado de Sergipe), cidade vizinha de sua terra natal. Aí começou o estudo das primeiras letras. Nessa época, aos cinco anos de idade, quando era alfabetizado, disse aos pais uma frase, que, no decorrer do tempo, ficou sendo lembrada: "Um dia vou ser escritor." Mudando-se a família para outra chácara, em Aracaju, começou aí os estudos secundários, que concluiu no Seminário de Olinda. A vida de menino da roça fez dele um amante da natureza e um profundo conhecedor dos animais e das coisas do campo. Lá viveu quase como índio, da caça e da pesca, plenamente integrado à natureza. Lidar com animais, caçar e pescar, fazer armadilhas para pegar passarinhos e outros animais, eram suas ocupaçoes prediletas nos matos e nos rios - o seu mundo de aventuras.

                                                                                                                                                                                                                                                   

                                                                         

Beijos, e até semana que vem !

Comentários

  1. Olá
    Nossa li vários livros dessa coleção na escola, mas esses das linhas de aventuras li poucos, preferia os de mistério como O Cadáver Ouve Rádio, mas faz tanto tempo que nem lembro mais quais eu li, quais não. Esse eu sei que não, gosto bastante desse livros com 'sabedoria sertaneja', as vezes a gente acha que nossos avós estão fando grego, mas quando você para par prestar atenção parece que uma luz acende e tudo faz tão mais sentido do que falamos hoje em dia.
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    eu sinceramente não lembro desse livro ou dessa coleção quando estudei no ensino médio ou ensino fundamental. Acho válido e deve ser fomentado a leitura na escola. Eu achei legal sua resenha e sua publicação bem legal. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie! Tenho 16 anos, mas passei parte do ensino fundamental ouvindo as professoras recomendarem a coleção Vaga-Lume e até cheguei a pegar um livro na biblioteca da minha escola, porém lembro que não gostei na hora, hahah. Mas, alguns anos depois disso, lendo sua resenha, fiquei bastante curiosa para conhecer o enredo de A Serra dos Dois Meninos. É horrível quando esperamos muito de uma leitura e ela acaba não se tornando tudo aquilo, pois sentimos falta de algo. Mas que bom que, no geral, foi uma leitura boa para você :3

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  4. Olá Heloísa!
    Já li mtos livros da série vagalume no meu tempo de escola... Amei todos..
    Mas esse eu não conhecia...
    Ótima resenha =]

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    O livro parece incrível, mesmo que não tenha lido quase nada desse tipo!

    Vitória, www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Heloísa,
    Li esse livro faz tempo, na época de escola ainda, foi bom relembrar. :D
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir
  7. Sou apaixonada pela coleção Vaga-lume. A prova disso é que estou relendo alguns títulos para um projeto no meu blog. Esse livro eu ainda não tinha lido, gostei muito do que se trata e vou colocar na lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom? Adoro os livros da coleção vaga-lume! Minha mãe os leu na escola e eu meio que "erdei" seus livros, estando esse no meio deles! Estes livros foram minhas principais companhias na adolescência e eu simplesmente os adoro. É exatamente o que você falou: uma leitura rápida, leve e que agrada a todos os públicos. Leia também sozinha no mundo e O escaravelho do diabo ^^"

    Beijos!
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  9. Olá Heloisa!
    Realmente, é uma leitura muito boa! Eu gostei muito no ano que eu li, confesso que nem me lembrava mais do enredo por já ter uns 9 ou 10 anos que o li. As edições da vaga-lume me dão tanta melancolia que eu acabo me apaixonando de novo kkkk
    Muito boa a resenha!
    bjs
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Quem nunca leu a coleção Vaga-lume, esse em especial não li nem na escola! Coloquei na lista para ler futuramente! Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS 17 MELHORES SUSPENSES DE TODOS OS TEMPOS

VOCÊ CONHECE: BERNARDO PELLEGRINI? [3/4]

VOCÊ CONHECE: BERNARDO PELLEGRINI? [4/4]